Brisa de halloween

O dia das bruxas / halloween se tornou um grande data comercial. Apesar de todas as transformações que sofreu tenho um certo apreço pela data. Acho que ajudou a manter vivo na cultura a ideia das bruxas: mulheres subversivas, poderosas, que revidam, não deixam barato as injustiças contra elas, não levam desaforo, metem medo, etc… Uma bela oposição a ideia de feminilidade, do “ser feminina”. Esta feminilidade que foi imposta há meio século por meio de perseguição e fogueiras.

Foi lendo sobre essas bruxas que entendi outras formas de espiritualidade, que olhavam pra Natureza como a grande geradora de vida e não pra um ser(?) que nunca veremos e que tudo criou sozinho e decide sobre nós. Mesmo eu não tendo uma religião, me agrada muito a ideia que as religiões de matriz africana e neo pagãs trazem de ver os fenômenos da Natureza como entidades espirituais.

Há textos que mostram como o ideário judaico-cristão ajudou a destruição da Natureza, já que tem passagens que pregam que a fauna e flora estão a disposição pro homem fazer o que bem entender, já que a Natureza é vista como um objeto pra o homem e não algo que nos criou.

Sei que não é isso que o halloween hoje em dia passa de mensagem, mas ainda olho pra data como um símbolo de muita coisa que foi soterrada por eventos de meio milênio e que agora estão nos levando pra uma emergência ambiental.

Nesse halloween ainda to cuidando de uma gatinha preta fofíssima que me deixou mais pensativa sobre o halloween. Já tive gatos pretos e sempre vou achar eles os mais lindos. Tudo isso pq me apaixonei pela ideia de buxas.

Leiam “Calibã e a bruxa” da Silvia Federici.

Quer mais conteúdo assim?

Se você gostou e quiser receber notificações de próximas postagens aqui no blog, se inscreva abaixo:

Processando…
Sua inscrição foi feita! Sucesso

Que tal contribuir? ☕

Se você gostaria de me pagar um cafezinho, você pode me mandar um trocado (qualquer valor) por PIX , PicPay ou PayPal ou ainda me apoiar mensalmente 💙

2 comentários em “Brisa de halloween

  1. Gostei da reflexão, penso o mesmo só te a crença religiosa e não admito a possibilidade de ter sido criada por um velho branco que determina quando cai cada fio de cabelo humano. Me considero um bruxa, que busca na sabedoria da natureza forças pra continuar e arrastar comigo o que conseguir. Parabéns pelo portal, muito lindo seu trabalho ❤️

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s